8 cuidados simples para manter a escova de dentes livre de bactérias

8 cuidados simples para manter a escova de dentes livre de bactérias

Manter a escova de dentes livre de bactérias deve ser o principal cuidado que você deve ter para preservar a sua saúde bucal. Afinal, esse é considerado um item indispensável para a realização de uma boa limpeza dos dentes, língua e gengiva e para evitar o desenvolvimento de doenças.

Mas como fazer para que a escova não seja impregnada por bactérias? É exatamente isso que iremos revelar ao longo deste artigo. Aqui, você vai descobrir como alguns hábitos e cuidados simples você consegue manter esse item em perfeitas condições para o uso. Confira:

1 – Troque a escova de dentes regularmente

Ortodontista: Dicas para você escolher o seu antes de iniciar o tratamento

Para manter a escova de dentes livre de bactérias é imprescindível que você troque este item de higiene bucal regularmente. Segundo especialistas, o ideal é que isso aconteça a cada 3 meses ou quando as cerdas estiverem com uma aparência desgastada.

Quando a escova perde a sua qualidade, as cerdas não limpam com tanta eficácia e os pacientes tendem a forçar a escova e prejudicar ainda mais a sua saúde bucal. Essa mesma dica pode ser aplicada no caso das escovas elétricas.

Ao tomar esse cuidado, você evita que as bactérias sejam alojadas nas cerdas da sua escova e a sua saúde bucal seja prejudicada.

2 – Faça a limpeza adequada da escova de dentes

Fazer a limpeza adequada da escova de dentes é uma excelente maneira de manter as bactérias longe. Por isso, o ideal é que logo depois da escovação dos dentes você limpe bem a escova com água corrente e retire o excesso com uma pequena batida.

Ao retirar o excesso de água, borrife ou coloque um pouco de antisséptico bucal sobre as cerdas deste item de higiene. Também é possível obter bons resultados com a limpeza da escova, deixar as cerdas submersas no enxaguante por pelo menos 20 minutos.

3 – Guarde a escova de dentes livre de bactérias

Um erro muito comum cometido pelos pacientes que desejam manter a escova de dentes livre de bactérias é deixar esse item descoberta. Para evitar que isso aconteça, recomenda-se que você sempre use capinhas que protejam as cerdas da escova.

Mas atenção, essa capinha deve ser higienizada diariamente com a ajuda do antisséptico bucal. Essa prática irá proteger a sua escova das bactérias e ainda garantir a preservação das cerdas, por isso repita esse processo todos os dias para ter uma boa higiene bucal.

4 – Adote hábitos antes de escovar os dentes

Algumas práticas simples antes de escovar os dentes podem ajudar você a eliminar uma importante quantidade de bactérias dos seus dentes, gengiva e língua. Uma dica importante é sempre lavar e enxaguar a escova antes do seu uso para eliminar os resíduos do enxaguante bucal que não foram eliminados anteriormente.

Além disso, é indicado que você lave bem as mãos com água e sabão antes de escovar os dentes. Somado a isso, não deixe de fazer um bochecho rápido para mandar os restos de comida que ficam presos na boca.

5 –  Não compartilhe a escova de dentes

Para garantir uma escova de dentes livre de bactérias é recomendado que você não cometa o erro de colocá-la em contato com outra e não a compartilhe com ninguém. Isso evita que esse item seja infectado e que você tenha a sua saúde bucal prejudicada.

É preciso ter em mente que as escovas dentais são itens de higiene intransferíveis, por isso não podem ser compartilhados com outras pessoas. Ao fazer é isso é como se logo depois de fazer uma grande faxina, você voltasse a limpar a casa com uma vassoura suja.

6 – Mantenha a distância do vaso sanitário

Esse tipo de cuidado é essencial para manter a sua escova de dentes sem bactérias e em perfeito estado para contribuir para a sua saúde bucal. Por isso, mantenha a escova distante do vaso sanitário, pois quando a descarga é acionada o ar fica impregnado com coliformes fecais que podem atingir a escova.

Nesse caso, o efeito seria o mesmo se você tivesse esfregado as cerdas no próprio vaso sanitário. Assim, o ideal é que você não só mantenha a escova bem protegida com o uso da capinha protetora, como também mantenha a tampa do vaso bem fechada.

7 – Fique atento aos sangramentos

O sangramento das gengivas é mais grave do que você imagina. Além de ser um indicativo de que algo não está bem com a sua saúde bucal. Esse sintoma também exige um cuidado especial com as escovas de dente, pois o sangue pode se alojar nas cerdas e estimular o surgimento e proliferação de bactérias.

Caso você tenha algum tipo de sangramento nas gengivas, o ideal é que procure um dentista de maneira imediata. Esse profissional poderá avaliar o seu caso e indicar os cuidados que você deverá adotar, incluindo dicas de como manter escova de dentes livre de bactérias nesses casos.

8 – Design simples

O design da escova é outro aspecto que você deve levar em consideração. A dica é que quanto mais simples for a escova de dentes, melhor será a escovação e menores serão as chances dela acumular muitas bactérias.

Observe se é possível escovar os dentes sem deixar nenhum tipo de espaço ou rastro de poeira, uma vez que isso facilita a proliferação das bactérias na escova. O ideal é que ela tenha poucas curvas e seja o mais reta possível.

Após descobrir todos os cuidados simples para manter a escova de dentes livre de bactérias, o que acha de colocar nossas dicas em prática? Além de deixar a sua escova mais higiênica e limpa, você poderá aproveitar uma escovação dental com mais qualidade.

Vale lembrar também que para fazer uma boa limpeza bucal, você precisa incluir o uso de outros produtos como o enxaguante e o fio dental. Mas, para garantir um sorriso sempre saudável marque uma consulta com seu dentista para fazer uma limpeza bucal e conversar sobre os cuidados com a sua higiene.

Aqui no Ateliê Facial você encontra uma equipe de profissionais capacitados e prontos para te orientar a ter uma saúde bucal perfeita. Clique aqui e agende um horário.

(21) 99295-5515 (21) 99295-5515