HARMONIA FACIAL

Paralisação Muscular na Odontologia.Finalidades terapêuticas e estéticas(Diminuição de linhas de expressão)

Produzida por uma bactéria, a substância paralizadora provoca a chamada denervação (relaxamento) muscular através da inibição de um neurotransmisor que é responsável por transmitir movimento aos músculos. Alguns dias depois da sua aplicação, o músculo fica relaxado temporariamente, diminuindo a sua força de contração. Ou seja: ela age na ruga dinâmica, que é a ruga da mímica facial, podendo atuar suavemente na ruga estática (independe da mímica facial)

Uma das preocupações de quem desconhece os benefícios da substância é se ela deixa o rosto paralisado, se fica muito visível ou se há alguma restrição após ter a presença dela no organismo. Não é preciso estar mais velho para usá-la. Em crianças que apresentam bruxismo por exemplo, existe tratamento  partir dos seis anos de idade. Para assimetrias faciais, como sorrisos oblíquos e sorriso gengival, a intervenção pode acontecer na adolescência.Vai depender de cada situação.

O correto é trabalhar a musculatura de forma natural e harmônica para não criar impressões artificializadas. Sendo assim, a quantidade de líquido recebida não será elevada. São imperativos o bom senso e o planejamento que é realizado após avaliação clínica e fotográfica. Assim pode-se tratar cada caso de forma terapêutica e cosmecêutica.

harmonizacao-facial

O ácido hialurônico é uma substância natural encontrada no corpo humano, principalmente na pele, nos tecidos conjuntivos e nas articulações. Além de manter a hidratação, elasticidade e tonicidade da pele, o ácido hialurônico também possui propriedades anti-bacteriais, anti-inflamatórias e cicatrizantes.À medida que envelhecemos o corpo produz menos ácido hialurônico e colágeno. Os resultados são o aparecimento de rugas, vincos e depressões, além de retração gengival e perda de tecido ósseo. As aplicações de preenchimento com ácido hialurônico reduzem as rugas, corrigem assimetrias do rosto e restauram o volume facial, otimizando o resultado estético dos tratamentos restauradores e melhorando a sua aparência pessoal.

Reversão dos sinais de envelhecimento

O preenchimento com ácido hialurônico na Odontologia é indicado com sucesso nos seguintes casos:

Preenchimento Labial
Com o passar do tempo os lábios perdem o volume e forma. O preenchimento labial confere volume e contorno aos lábiosfazendo com que você se sinta mais atraente e jovem.

Rugas Nasogenianas
As rugas do sulco nasogeniano, que vãodo nariz ao canto do lábio são popularmente conhecidas como “bigode chinês”. As aplicações de ácido hialurônico preenchem os sulcos e diminuem as rugas conferindo-lhe uma aparência mais jovem e natural.

Rugas Periorais
As rugas periorais se formam em torno dos lábios e são popularmente conhecidas como “código de barras”. As aplicações de ácido hialurônico suavizam estas rugas rejuvenescendo incrivelmentea sua aparência.

Preenchimento Gengival de “Triângulos Negros”
Doença periodontal, tratamento ortodôntico, implantes dentários ou retração gengival, podem fazer com que apareçam “triângulos negros” entre os seus dentes. Quando injetado na papila, o ácido hialurônico preenche os espaços dos “triângulos negros” criando um sorriso ideal. As reaplicações são recomendadas a cada seis meses para manter os efeitos desejados.

Regeneração Tecidual
Geralmente após extrações, implantes dentários ou tratamento ortodôntico é comum a perda de tecido gengival e volume ósseo. O ácido hialurônico é um biomaterial utilizado para acelerar a formação óssea por osseointegração.Devido às suas propriedades anti-bacteriais, anti-inflamatórias e cicatrizantes, o ácido hialurônico também acelera o processo de regeneração do tecido periodontal.

São inúmeras as vantagens do preenchimento com ácido hialurônico. O procedimento é completamente seguro, fácil, conveniente, minimamente invasivo e sem efeitos colaterais. Além disso pode ser realizado em consultório com analgésico tópico e não há necessidade de repouso.

Os efeitos do ácido hialurônico duram de seis meses a um ano em média mas, dependendo do paciente, podem durar mais. Com o tempo, o corpo reabsorve o ácido hialurônico sendo necessário receber reaplicações para manter os resultados desejados.